Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia

LIVROS
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
Mombaça: Terra de Maria Pereira - História
APOIO CULTURAL
LS Combustíveis
Centro Comercial Pedro Tomé
Premium Hotel
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.

Voltar para a página anterior

Untitled Document

FRANCISCO ROSIER DA SILVA

BIOGRAFIA

 


Prof. Francisco Rosier da Silva e Fernando Cruz, em Salvador-BA, a 6 de março de 2007.

Nasceu em Mombaça-CE, de fato a 3 de janeiro de 1930, mas o registro de nascimento constou 31 de janeiro de 1930, que passou a ser a data legal, e faleceu em Salvador-BA, a 1º de novembro de 2012, aos 82 anos de idade. Filho de Eliziário Silvestre da Silva e de Maria Amélia da Silva. Casou-se com a Sr.ª Avany Ribeiro da Silva, tendo 7 filhos, a saber: Edson Rosier (engenheiro civil), Mary Stella Rosier (médica ginecologista), Rose Marie Rosier (médica dermatologista), Lívia Maria Rosier (odontóloga), Francisco Rosier da Silva Júnior (policial federal), Flávio Rony Rosier (engenheiro eletrônico) e Mário César Rosier (odontólogo). O casamento eclesiástico ocorreu em São Félix-BA, a 8 de dezembro de 1952 e o casamento civil ocorreu em Cachoeira-BA, a 19 de julho de 1953, municípios do Recôncavo Baiano.

Foi seminarista, estudando no convento de São Francisco de Canindé-CE e no Seminário Arquidiocesano de Fortaleza-CE, no período de 1944 a 1951. Formado em Letras Neolatinas e Psicologia Geral pela Universidade Católica de Salvador (UCSAL), o professor Rosier foi convidado pelo Itamaraty e enviado pelo Ministério das Relações Exteriores para, junto à Embaixada do Brasil no Senegal, dirigir o Leitorado Brasileiro na Universidade de Dakar onde lecionou, por quatro anos, Língua Portuguesa, Literatura e Civilização Brasileira, sendo ainda possuidor de diplomas e certificados da Universidade de Paris – Sorbonne e tendo aquela renomada instituição de ensino aceitado a sua inscrição para defesa de tese de doutorado (Doctorat d’Université), a qual não foi concluída.

O ex-deputado federal Marcelo Caracas Linhares (1924-2007) fez uma citação ao professor Francisco Rosier da Silva à página 15 do seu livro “De Mombaça à Mombasa”, publicado em 1976, que discorre sobre uma viagem oficial do governo brasileiro, de caráter comercial, realizada pelo então deputado federal e outros parlamentares ao continente africano: “Por uma coincidência feliz, ao desembarcar em Dakar, encontrei o Professor Francisco Rosier da Silva, filho de Mombaça, e que ali se encontrava em missão da Universidade da Bahia. Sua presença – relembrando a minha terra e a minha gente – foi um tônico a nos mostrar que a Pátria distante em nós confiava a perfeita execução de nossa missão, que deveria ser cumprida até Mombasa, porto do Quênia, no Índico, último dos lugares em que visitamos”.

O professor Francisco Rosier da Silva era membro da Academia Maçônica de Letras da Bahia (AMALBA), tendo sido justamente agraciado pela Câmara Municipal de Salvador com o título de Cidadão da Cidade do Salvador e com a outorga da Medalha Thomé de Souza, que é concedida a pessoas que tenham prestado relevantes serviços ao município de Salvador.


© Copyright 2005-2022 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 99954-0008