Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

CARTAS

MUDANÇA*

 

Fernando Antonio Lima Cruz - Mombaça-Ce

Enfim chegamos ao final de mais uma campanha política e já temos o novo governador eleito do Estado do Ceará, o empresário Tasso Jereissati. E Mombaça, terra de tradição política (são mombacenses o ex-governador do Estado Plácido Aderaldo Castelo, o ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembléia Legislativa, Paulo Feijó de Sá e Benevides, o ex-deputado estadual Augusto Tavares de Sá e Benevides, o deputado federal Antônio Paes de Andrade) não poderia deixar de confirmar essa tradição ao eleger o deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa Francisco Castelo de Castro para a vice-governadoria do Estado do Ceará.

A vitória de Tasso Jereissati e Castelo de Castro, do PMDB, representa o início de um novo ciclo na política do Estado: o fim do coronelismo oligárquico que representava a direita e as forças retroativas que se afinavam com o poderio do malfadado regime militar extinto há pouco mais de um ano, e o surgimento de um bloco reformista encabeçado pelo jovem empresário Tasso Jereissati, que representa o novo, a mudança, entre outras, o fim do clientelismo e dos “currais” eleitorais como meio de elevar a consciência política do povo cearense através da educação e também diminuir a miséria da população.

A juventude sobressaiu-se e teve papel importante nesta campanha em todo o Estado do Ceará. E os jovens de Mombaça deram a sua parcela de contribuição através do trabalho de conscientização política realizado junto à população dos bairros periféricos e distritos mombacenses por meio do PMDB jovem, onde a juventude voluntariamente empenhou-se nesta luta pela liberdade de consciência.

A mudança deve continuar, o povo deve se unir, pois os “currais” estão abertos e o povo liberto.

O coronelato chegou ao final. É a vez do novo e os jovens devem ser arautos e instrumentos dessa mudança.

Parabéns Tasso e Castelo. Parabéns Mombaça. Parabéns PMDB jovem.

*Publicada na seção Cartas, do jornal Diário do Nordeste (Fortaleza-Ce), em 29/11/1986


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008