Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

EDITORIAL 2006

 

Ensina o historiador J. HONÓRIO RODRIGUES que a “biografia nos seus métodos, na sua compreensão e narrativa é também história de uma única vida em suas crenças, seus sentimentos, suas decisões, erros e virtudes.” (1)

Nós temos o objetivo, sem tratar de uma única, de reunir muitas vidas, fazendo com elas a biografia de um antigo município cearense que, na amplitude de sua formação no tempo e no espaço, caracteriza o Sertão de Mombaça.

A preservação da memória se faz necessária para que as futuras gerações conheçam o seu passado e possam, a partir daí, construir o futuro, espelhando-se nos seus antepassados, através dos hábitos do seu povo, suas crenças, seus sentimentos, modos de pensar, suas decisões, erros e virtudes.

No ano de 2006, estaremos comemorando o centenário de nascimento de um dos mais ilustres mombacenses, o ex-Prefeito Municipal de Fortaleza (1945/1946) e ex-Governador do Estado do Ceará (1966/1971), Plácido Aderaldo Castelo, jurista, político, educador e intelectual, não necessariamente nesta mesma ordem.

Nós mombacenses, devemos muito a Plácido Aderaldo Castelo. Só para enumerar algumas obras do seu governo, podemos citar: o Hospital e Maternidade Antonina Aderaldo Castelo; a Escola de 1º Grau Ananias do Amaral Vieira; o antigo Colégio Agrícola de Mombaça, hoje levando o seu nome e transformado em instituição de ensino médio, mas que, durante muitos anos foi uma referência no ensino técnico profissionalizante no Estado do Ceará, formando técnicos em agropecuária; a eletrificação da cidade de Mombaça, através das linhas de Paulo Afonso, inaugurada na administração do então prefeito José Marques de Sousa; a instalação da agência do Banco do Estado do Ceará - BEC; a construção da Estrada do Algodão (CE-060) que facilitou o escoamento da produção de algodão, o então “ouro branco” da economia cearense, e o acesso a Fortaleza, beneficiando diretamente a cidade de Mombaça.

Em homenagem ao seu centenário de nascimento, estou realizando uma pesquisa documental sobre Mombaça e seus filhos ilustres, para fins de publicação de um livro.

Caso você tenha interesse e possa acrescentar alguma informação importante sobre o assunto pesquisado, por favor, responda para fernandocruz1969@uol.com.br.

O conhecimento permite ver mais longe!

“Meu pai contou para mim; eu vou contar para meu filho. Quando ele morrer? Ele conta para o filho dele. É assim: ninguém esquece.” (Kelé Maxacali, índio da aldeia de Mikael, Minas Gerais, 1984).

Saudações,

Fernando Cruz

(1) RODRIGUES, José Honório. Teoria da história do Brasil: introdução metodológica. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 1969. p. 146.


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008