Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

EDITORIAL 2010.1

 

Não vamos falar de projetos, mas de realizações quando ocorrerem. Ainda há muito a ser feito para que o objetivo de "preservar a memória e divulgar a história de Mombaça" não seja amainado pelos obstáculos que nos interpõem nesta trajetória árdua e, às vezes, quixotesca de transmitir a narração histórica de um lugar e de seu povo.

No ano de 2010 comemora-se, entre outras datas, o 30º aniversário da publicação da 1ª edição do livro Mombaça: biografia de um sertão, editado pela Imprensa Oficial do Ceará e de autoria do historiador e ex-deputado estadual mombacense Augusto Tavares de Sá e Benevides. Trata-se de uma obra de referência sobre a história mombacense para estudantes, pesquisadores e historiadores. Mesmo passados trinta anos da sua publicação e sendo necessária uma reedição revista e atualizada em decorrência de eventuais erros, a referida obra é de fundamental importância para a história de Mombaça. Foi através da sua leitura, nos meus 12 ou 13 anos, que adquiri algo que permanece até os dias de hoje: o amor à terra natal e o apego às raízes.

Há vinte anos a política cearense perdia os mombacenses Paulo Feijó de Sá e Benevides e Francisco Castelo de Castro. Apesar de atuarem politicamente em campos opostos, o primeiro era oriundo do udenismo e o segundo remanescente do pessedismo, tinham em comum o fato de legislarem em causas que proporcionassem benefícios para Mombaça, além de terem exercido a presidência da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará.

Em 2010 também comemora-se o 159º aniversário de criação (27/11/1851) e o 157º aniversário de emancipação político-administrativa (15/01/1853) do município de Mombaça. Desde junho de 2006 informamos à Câmara Municipal de Mombaça e sugerimos que seja reconhecido como o 1º presidente daquela casa legislativa (que até o ano de 1889 também exercia a função executiva), Manoel Procópio de Freitas, como também se estabeleça o dia 15 de janeiro de 1853 como o marco da emancipação político-administrativa de Mombaça (foi nesta data que instalou-se a vila de Maria Pereira, atual Mombaça, e foi empossada a sua 1ª Câmara Municipal). A sugestão está embasada na ata de instalação da vila de Maria Pereira que está sob a guarda do Arquivo Público do Estado do Ceará (APEC). Esperamos que a atual mesa diretora e os demais vereadores da Câmara Municipal de Mombaça reconheçam o referido documento e oficialmente corrijam estes erros da historiografia mombacense.

Segundo o Novo Dicionário Aurélio, criação [do latim creatione] significa ato ou efeito de criar, já emancipação [do latim emancipatione] significa ação ou efeito de emancipar(-se), alforria, libertação. Oficialmente, de forma errada, os mombacenses comemoram a sua emancipação político-administrativa quando deveriam comemorar a sua criação. O município de Mombaça, antiga Maria Pereira, que foi criado por meio da Lei nº 555, de 27 de novembro de 1851, só foi emancipado com a sua instalação e a posse da sua 1ª Câmara Municipal (cuja eleição ocorrera no dia 7 de novembro de 1852), na manhã festiva do dia 15 de janeiro de 1853.

“Aquilo que vemos, depende basicamente do que procuramos ver.” (John Lubbock)

Saudações,

Fernando Cruz


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008