Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

EDITORIAL 2014

 

No 2º semestre do ano passado, dando prosseguimento ao seu projeto de modernização da gestão pública municipal, o prefeito municipal de Mombaça Ecildo Evangelista Filho nos solicitou a atualização da bandeira do município. Formamos um grupo de trabalho juntamente com o secretário municipal de Juventude, Esporte e Cultura Ney Werbson Moreira e o assessor Diego Alves, que foi o responsável pelo designer gráfico da nova bandeira.

A Bandeira Municipal foi atualizada pelo prefeito municipal Ecildo Evangelista Filho por meio da Lei Municipal nº 730/2013, de 29 de outubro de 2013, que "altera a Lei nº 25/68, de junho de 1968, que cria a bandeira do município e dá outras providências", além de instituir o dia 29 de março como o "Dia da Bandeira Municipal", em homenagem ao ex-vereador, contabilista e professor José Evandro Alencar (1930-1986), idealizador e autor da Lei nº 25/68 que criou a bandeira do município de Mombaça.

Há 20 anos, após um breve período na administração pública, saí de Mombaça para trilhar uma carreira na iniciativa privada, no setor da indústria farmacêutica, na área de propaganda e vendas, nas cidades de Natal, Belém e Fortaleza, onde tive a oportunidade de me bacharelar em Administração, pela Faculdade de Ciências Humanas de Fortaleza - FCHFOR da UNICE - Ensino Superior, servindo de suporte para a minha atividade laboral.

No mês de dezembro último recebi do prefeito municipal Ecildo Evangelista Filho o convite para assumir a Secretaria de Administração do município de Mombaça. Portanto, ao aceitar o seu convite e a missão, assumi também o compromisso de tudo fazer para honrar esta confiança e de procurar fazer tudo que estiver ao meu alcance para corresponder à sua expectativa, a dos servidores públicos municipais e da população. Este momento é mais um especial em minha vida. Sou cidadão mombacense e, como tal, não poderia me negar a dar a minha contribuição à administração do município de Mombaça.

Por meio dos Decretos nº 45/2014 e nº 46/2014, de 27 de janeiro de 2014, o prefeito municipal Ecildo Evangelista Filho dedicou o ano de 2014 aos agropecuaristas e políticos Francisco Pinheiro Jota e Augusto Francisco Vieira em homenagem, respectivamente, ao 100º aniversário de nascimento e ao 170º aniversário de nascimento.

Francisco Pinheiro Jota (1914-1988) foi vereador da Câmara Municipal de Mombaça durante 3 (três) legislaturas nos períodos de 1963-1967, 1967-1971 e 1977-1983 (da qual foi presidente em duas legislaturas) e candidato a prefeito municipal de Mombaça nas eleições municipais de 1970.

Augusto Francisco Vieira (1844-1917) foi vereador da Câmara Municipal de Mombaça durante 4 (quatro) legislaturas nos períodos de 1885-1889, 1900-1904, 1904-1908 e 1908-1912 (da qual foi presidente nas três últimas legislaturas), prefeito municipal de Mombaça nos períodos de 1912 e 1914-1915 e Coronel Comandante Superior da Guarda Nacional de Maria Pereira, atual Mombaça.

De acordo com o AWStats, o site Maria Pereira Web recebeu a visita de 32.664 internautas no 1º semestre de 2014, proporcionando uma média mensal de 5.444 visitas, o que representa um aumento de 12,39% em comparação ao semestre passado que teve 29.063 visitantes e um aumento de 35,27% em relação ao mesmo período do ano passado que teve 24.148 visitantes.

"A fala provinciana, que me embalou no berço, descansada e cantada, espero ouvi-la ao despedir-se do mundo, nas orações da agonia. Só em minha terra, para minha terra, tenho vivido; e, incapaz de servi-la quanto devo, prezo-me de amá-la quanto posso." (Alcântara Machado, 1875-1941)

Saudações,

Fernando Cruz


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008