Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

ACERVO ICONOGRÁFICO I

 


Tenente-coronel José Aderaldo de Aquino, tabelião público em Mombaça dos 24 aos 62 anos de idade, quando morreu, era igualmente mui respeitado e acatado chefe político, por sua energia e caráter, além do fino trato com que cuidava de negócios e pessoas. Nasceu em Mombaça-CE, a 27 de julho de 1857 e faleceu em Mombaça-CE, a 3 de abril de 1920, aos 62 anos de idade, onde foi sepultado no cemitério Santa Rita. Era filho de Francisco Aderaldo de Aquino e de Antônia Ferreira Marques, sendo pentaneto materno de Maria Pereira da Silva, sobrinho materno de Leonardo Ferreira Marques, o Barão de São Leonardo, e de Bento Ferreira Marques Brasil, o capitão Bento Brasil, e avô materno de Plácido Aderaldo Castelo, ex-prefeito municipal de Fortaleza (1945-1946) e ex-governador do Estado do Ceará (1966-1971). Foi casado com Ana Joaquina Aderaldo e Silva, neta do capitão Antonio Honorato Silva Limoeiro, com quem teve 8 (oito) filhos, a saber: Antonina Aderaldo Castelo, Francisco Lino Aderaldo de Aquino, Custódia Aderaldo de Aquino, Adelaide Aderaldo de Aquino (falecida inupta), Cristina Aderaldo de Aquino, Ana Aderaldo de Aquino (falecida inupta), José Aderaldo de Aquino Filho e Maria Etelvina Aderaldo de Aquino. Foi nomeado por decreto de 14 de março de 1891, tenente-coronel Comandante do 79º Batalhão de Infantaria da Guarda Nacional da Comarca de Maria Pereira, recebeu a carta patente em 31 de junho de 1891 e prestou juramento em 27 de outubro de 1891.

Untitled Document


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008