Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

ACERVO ICONOGRÁFICO I

 


O deputado estadual Francisco Castelo de Castro e o prefeito municipal de Mombaça José Marques de Sousa, correligionários do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), na década de 1960. O regime autoritário, imposto aos brasileiros em 31 de março de 1964, comportou-se, sob certos aspectos, como uma “ditadura encabulada”. Após algumas aparentes derrotas, no pleito de 1965, para governos estaduais, o “sistema” dissolveu os partidos políticos, criando em seu lugar um arremedo de PRI (Partido Revolucionário Institucional, do México) - a ARENA, de não saudosa memória - autorizando simultaneamente a organização de uma “oposição consentida”, reunida no Movimento Democrático Brasileiro - o MDB. Nas primeiras eleições municipais ocorridas após o golpe de março de 1964 (com exceção das capitais) em 15 de novembro de 1966, o MDB cearense elegeu os prefeitos de Mombaça e de mais 21 municípios, a saber: Aiuaba, Campos Sales, Canindé, Caridade, Caririaçu, Guaraciaba do Norte, Ipueiras, Itapipoca, Itatira, Jaguaretama, Jaguaribe, Maranguape, Martinópole, Mulungu, Pacoti, Poranga, Reriutaba, Santana do Acaraú, Santa Quitéria, Tabuleiro do Norte e Uruoca.

Untitled Document


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008