Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia
Loja Virtual

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Magazine Pneus
Centro Comercial Pedro Tomé
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

ACERVO ICONOGRÁFICO II

 


Comemoração das Bodas de Diamante (60 anos de casamento) de Augusto Tavares de Sá e Benevides e Maria Adélia Feijó Benevides, celebrada pelo padre Jessé de Sousa Oliveira, em dezembro de 1982. O casal Augusto Tavares de Sá e Benevides (nasceu em Mombaça-Ce, a 21/12/1898, e faleceu em Fortaleza-Ce, a 27/01/1983), filho de José Tavares de Sá e Benevides e Maria do Carmo Feijó Benevides, e Maria Adélia Feijó Benevides (nasceu em Mombaça-Ce, a 04/12/1899, e faleceu em Fortaleza-Ce, a 11/04/2001), filha de Francisco de Assis Barroso Feijó e Cipriana Benevides de Alencar Feijó, casou-se em 27 de dezembro de 1922, tendo treze filhos, quatro dos quais falecidos em tenra idade: Dulce Maria Feijó de Sá e Benevides, José Tavares de Sá e Benevides, Teresinha Feijó de Sá e Benevides, Maria Marli Feijó de Sá e Benevides, Marisa Benevides Rocha, Maria Alice Feijó de Sá e Benevides, Hélia de Sá e Benevides Leite Barbosa, Francisco Feijó de Sá e Benevides e Maria da Glória Feijó de Sá e Benevides.
Augusto Tavares de Sá e Benevides foi tabelião, vereador (eleito à Câmara Municipal de Mombaça, em 1924, renunciou ao mandato legislativo no mesmo ano por ter sido nomeado, vitaliciamente, 1º Tabelião, Escrivão e Oficial do Registro Civil daquele termo), Inspetor Escolar, prefeito municipal de Mombaça (eleito em 1936, renunciou ao mandato dois meses após a posse, para reassumir as funções de Notário Público), deputado estadual nas legislaturas de 1947 (Constituinte) e 1951, presidente do Instituto de Previdência do Estado do Ceará - IPEC e membro do Conselho Rodoviário do Estado do Ceará. Historiador, memorialista, estudioso da genealogia cearense, publicou, em 1980, o livro “Mombaça: biografia de um sertão”, que é uma demonstração irrefutável do imenso amor que devotava ao seu torrão natal.

Untitled Document


© Copyright 2005-2017 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 9954.0008