Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia

LIVRO
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
APOIO CULTURAL
Restaurante & Pizzaria Braseiro
Lótus Produtos Dermocosméticos
Centro Comercial Pedro Tomé
Premium Hotel
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.
PageRank

Voltar para a página anterior

Untitled Document

ACERVO ICONOGRÁFICO III

 


No dia 29 de setembro de 2019 se comemorou o centenário de nascimento de Virgílio de Morais Fernandes Távora (1919-1988). Governador duas vezes (1963 a 1966 e 1979 a 1982), deputado federal (de 1951 a 1959 e de 1967 a 1971) e senador duas vezes (1971 a 1979 e 1983 a 1988), Virgílio de Morais Fernandes Távora (1919-1988) lançou os fundamentos do desenvolvimentismo no semiárido cearense.

A energia de Paulo Afonso foi sua pedra angular, mas o gestor se notabilizou noutras áreas — a Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) foi criada por ele. Foi "mudancista" antes de Tasso Jereissati, eleito governador no fim dos anos 1980.

Elaborado ainda no primeiro governo (1963-1966), o Plano de Metas do Governo (Plameg) era novidade numa época em que as administrações públicas não costumavam esboçar metas e objetivos sequer para os anos de mandato. VT fixou algumas. Entre elas, substituir gradativamente a agricultura como base da economia cearense, dotando a indústria de musculatura e eficiência. Fonte: Jornal "O POVO".

Fotografia: Acervo da família de Virgílio Távora. Sepultamento do senador Paulo Sarasate (1908-1968) falecido em 23/06/1968. O caixão está sendo conduzido pelo ex-governador e então deputado federal Virgílio Távora (1919-1988) e pelo seu sucessor, o governador Plácido Aderaldo Castelo (1906-1979), que teve como padrinho político Paulo Sarasate. Virgílio Távora indicara como opções à sua sucessão ao governo do Estado do Ceará Gentil Barreira (1895-1970) e Adauto Bezerra.

Untitled Document


© Copyright 2005-2019 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 99954-0008