Página Inicial
Acervo Iconográfico III
Heráldica e Vexilologia

LIVROS
Padre Sarmento de Benevides: poder e política nos sertões de Mombaça (1853-1867)
Mombaça: Terra de Maria Pereira
Grandes Juristas Cearenses - Volume II
APOIO CULTURAL
LS Combustíveis
Centro Comercial Pedro Tomé
Premium Hotel
MEMBRO
ASBRAP - Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia
ACE - Associação Cearense dos Escritores
ANPUH - Associação Nacional de História
CRA-Ce - Conselho Regional de Administração do Ceará
Clique para ouvir o depoimento de Fernando Cruz à rádio Assembléia FM 96,7 sobre a história político-administrativa de Mombaça, em 16/03/2009.

Voltar para a página anterior

Untitled Document

ACERVO ICONOGRÁFICO III

 


Pedro de Abreu Pereira foi o primeiro sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana nascido em Mombaça.

O padre Pedro de Abreu Pereira nasceu em Maria Pereira, atual Mombaça-CE, a 7 de julho de 1846 e faleceu em Messejana, bairro localizado na zona sudeste do município de Fortaleza-CE, onde foi sepultado, a 3 de junho de 1919, aos 72 anos de idade.

Era filho de Bernardo da Silva Pereira (primeiro professor de primeiras letras de Maria Pereira, nomeado a 30 de janeiro de 1848) e de Maria Antônia de Jesus, sobrinho paterno do capitão Antônio Honorato Silva Limoeiro (juiz de paz mombacense que, em 1834, prendeu o assassino de Luciano Domingues de Araújo, no caso que ficou tristemente conhecido como as "bodas de sangue" de Quixeramobim) e tetraneto paterno da sesmeira pernambucana Maria Pereira da Silva (uma dos primitivos desbravadores dos sertões de Mombaça).

Foi batizado no dia 6 de agosto de 1846, pelo padre Francisco Manoel de Lima e Albuquerque, vigário substituto da Paróquia de Nossa Senhora da Glória, em Maria Pereira.

Iniciou os estudos no Seminário da Prainha, em Fortaleza-CE, no ano de 1866, e ordenou-se sacerdote a 29 de novembro de 1874. Foi vigário coadjutor dos municípios de Pedra Branca-CE e Canindé-CE e pároco dos municípios de Quixadá-CE, Cachoeira (atual Solonópole-CE), Alenquer-PA, Óbidos-PA, Monte Alegre-PA, Campo Grande (atual Guaraciaba do Norte-CE) e do antigo município de Messejana (rebaixado à condição de distrito em 1921), atualmente bairro do município de Fortaleza-CE.

Nas sessõs do Tribunal do Júri, em Maria Pereira, quando os réus não tinham advogado, quem sempre fazia a defesa, mediante nomeação dos juízes, eram os padres Antônio José Sarmento de Benevides, João Antônio do Nascimento e Sá, Isidro Gomes de Sá Barreto, Francisco da Mota de Souza Angelim e Pedro de Abreu Pereira.

A Sociedade Libertadora Quixadaense, fundada em 1° de janeiro de 1883, pelo abolicionista Isaac Correia do Amaral, com o objetivo de libertar os negros escravizados do município de Quixadá-CE, teve como presidente o padre Pedro de Abreu Pereira.

O padre Pedro de Abreu Pereira teve os seguintes filhos biológicos: Francisco Pereira da Silva (1882-1911) e Maria Tereza Baima (1885-1990), filhos de Maria Thereza de Gênova (1855-1895); Maria Verônica Rodrigues (1904-?), filha de Maria Luísa da Silva.

Fotografia: Acervo de Francisco de Assis Vieira Sá.

Untitled Document


© Copyright 2005-2022 Maria Pereira Web - Todos os direitos reservados.
David Elias - (85) 99954-0008